quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Habilidade de guia turístico

Por que será que pessoas de outras cidades pensam que conhecemos tudo da cidade onde vivemos?

Eu moro aqui tem uns 4 ou 5 anos, não sei bem, datas não são meu forte. Enfim, durante esse período sempre dormi em minha casa mesmo. Ou seja, sempre em minha casa (para enfatizar), nunca em hotéis, pousadas, etc. Daí não conheço o padrão de tais estabelecimentos, não conheço seus preços, quais são melhores, quais são mais baratos, etc.
Simplificando, não conheço absolutamente nada sobre isso (enfatizando novamente).
Eu conheceria se pelo menos trabalhasse na área... mas aí já é outro assunto.

Aí, alguém vem passar uns dias por aqui, eventualmente, e me perguntam: “Qual é uma boa pousada aí?”, “Arruma pra mim um hotel legal com um preço maneiro!” e similares.

Quando eu sou sincero e digo que não sei, não gostam. Acham que estou de má vontade talvez. Mas a realidade é essa; eu não poderia fazer mais do que uma pesquisa no google sobre hotéis locais (o que qualquer pessoa do mundo poderia fazer da mesma maneira), ou sair pelas ruas perambulando entrando em vários hotéis e pousadas e pedindo informações sobre preços e verificando suas instalações. Não sei por que, isso não é algo que me dá ânimo fazer (e nem tempo), pelo menos não sozinho. Talvez com uma boa companhia... mas aí já é um outro assunto de novo.

Eu poderia oferecer minha casa, se tivesse muitos quartos e tudo mais, afinal, eu sei como são as coisas aqui dentro e tenho como avaliar e dizer para terceiros.

Disso tudo eu concluo que acho, tenho a ligeira desconfiança, que não tenho vocação para guia turístico. Concluo também que se a pessoa que me perguntou sobre os hotéis ler esse post possivelmente não gostará.

Nenhum comentário: