quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Tema dos Simpsons (Simpsons Theme)


A fama dos Simpsons é inegável.
Sempre assisti esse desenho e sempre foi um dos meus preferidos, até hoje. Como muitos outros desenhos, é normal a música tema ficar gravada na nossa mente.

É fácil ver como isso não aconteceu só comigo fazendo uma simples e rápida visita ao Youtube e digitando os termos “Simpsons theme”. A quantidade de versões para esse tema, das mais loucas às mais “sérias”, é vasta.

Separei algumas que achei mais interessantes e criativas aqui, aproveitando também para falar algo sobre o músico e/ou grupo em questão.



Canvas é um grupo de vocalistas que faz versões a capela de várias músicas por aí, existem as músicas bem interessantes com eles cantando aqui.



Esse cara é bom! (estilo propaganda do César Maia) Não é fácil usar essa técnica na guitarra, o que uns chamam de só tapping e outros de piano technique; pra ser sincero, não conheço as definições e termos técnicos pra coisa, mas é algo que dá mais riqueza ainda para o som. Achei o Blog dele (que por coincidência também é do Blogger), onde tem links pra todos os vídeos que ele tem no Youtube, além de liberar para download o EP em mp3: Blog do Zack.



Grupo peruano de violonistas que tocam desde música clássica até música popular e folclórica. Eles já têm três álbuns lançados (a música tema dos Simpsons aparece no primeiro álbum deles, o “Cuarteto Aranjuez 1997 – 2001”) e algumas turnês mundiais e regionais. Estou até procurando o último álbum deles (de 2003) para adquirir, tem a versão deles pra Carmen, do Bizet. Vale a pena também dar uma visitada no site deles aqui.

Pra fechar, a música dos Simpsons devidamente acompanhada na bateria pelo baterista italiano Andrea Vadrucci (já mencionado nesse blog, aqui).



Existem outros vídeos também de excelentes músicos por lá; dentre elas, recomendo atenção especial na versão de Tal Zilber (pianista clássico).

O Youtube como sempre, ótima ferramenta para divulgação, globalizando a esfera musical. Um viva para o Youtube e a liberdade de expressão.

Nenhum comentário: