quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Jogos Antigos


Acredito que não seja somente eu que tenha passado a infância tendo contato com jogos eletrônicos. Hoje em dia isso é muito mais presente do que era antigamente. Na minha época, acho que peguei um pouco da trajetória de popularização dos jogos, o Atari era a onda do momento; o top, com seus jogos ultra modernos e ousados. Depois as coisas foram melhorando, com o aparecimento do Master System 1, 2 e 3 (que mudavam praticamente só a aparência); depois o Nes, o Snes (Super nintendo), Megadriver, N64, Playstation, etc.

Houve semelhante desenvolvimento também nos jogos para PC. O primeiro PC que eu tive foi um 486, que nem sonhava em fazer nada do que hoje em dia os PCs fariam com um pé nas costas se eles tivessem pés (não duvido que mais um pouco no futuro eles tenham). Mas eu não tinha muitas ambições, me contentava em ficar jogando os simplórios jogos que ele suportava rodar. Jogos simples, porém muito criativos, e alguns, inclusive, apresentavam verdadeiros enigmas mentais.

Hoje em dia, ao me deparar com esses jogos novamente, surge aquela nostalgia, que sempre nos trás de volta lembranças de bons momentos de nossas épocas de "pureza" e mente fresca.

Eis que encontro uns sites especializados em jogos antigos. Foi indispensável a entrada deles na minha lista de favoritos do Firefox. Esses sites tornam disponíveis gratuita e legalmente (são os Abandonware: Abandonware é um software (programa de computador) cujo o direito de exploração da propriedade intelectual do detentor caducou por ter passado muito tempo desde a data de seu lançamento ou abdicar da vantagem econômica deste direito.) diversos jogos clássicos antigos dos tempos de outrora (a redundância é proposital, gosto de enfatizar que são jogos antigos).

Dentre vários clássicos, temos esses que merecem um destaque especial:


GTA: Grand Theft Auto

Esse é um clássico absoluto. Foi o jogo que me fez realmente “agir” como a figura que sempre admirei, do anti-herói. É muito chato e utópico o mundo onde o vilão é eterno vilão cruel e mau, e o mocinho é o eterno justo e perfeito e não comete nem um único e simples ato incorreto como mastigar de boca aberta na mesa. É exagero, mas é verdade em alguns desenhos, seriados, etc.

Enfim, no GTA você é um mercenário, no sentido literal. Você trabalha pra quem te paga mais, e têm muitas gangues na cidade precisando de freelancers. Você pode fazer tudo que imagina de politicamente incorreto nesse jogo. Roubar carros, traficar narcóticos, montar quadrilhas, assaltar estabelecimentos, matar pessoas inocentes que andam pacificamente nas ruas, etc. É uma boa maneira também de aliviar o stress do dia a dia de uma maneira mais saudável.
Joguei mais o GTA 2, de Playstation 1, foi onde me viciei mais; mas, esse primeiro GTA também é muito bom. A câmera de visão do jogo é de cima, acredito que tenha sido inspirada nas câmeras dos helicópteros naqueles programas policiais de perseguições, onde a gente vê, olhando de cima, o bandido indo pelas ruas. Pode ser meio estranho pra se acostumar com a jogabilidade, mas depois fica muito interessante.


The Lost Vikings

Esse é outro clássico imbatível, da empresa Silicon & Synapse, que mais tarde se tornaria a Blizzard. Nesse você controla três vikings perdidos no espaço-tempo, em busca de um caminho de volta para casa. Cada um dos vikings tem uma habilidade particular, como atirar flechas, ou usar o escudo.

Só é possível chegar ao fim do jogo coordenando os movimentos e ações dos três; o trabalho em equipe é essencial. Esse jogo em particular oferece situações muito interessantes, onde se precisa pensar no que fazer, como solucionar o problema; de maneira similar àquele velho problema do rio e das pessoas que estão de um lado e você tem que levá-las para a outra margem, só que algumas não podem ser deixadas sozinhas, etc.



Considero esse jogo um pouco subestimado; acho que pela qualidade dele, deveria ter aparecido mais, receber mais reconhecimento.


Prince Of Persia

Esse eu tinha que mencionar também. Clássico de todos os tempos. Você controla um príncipe em busca de sua esposa, que foi raptada pelo cruel Jafar, que pretende forçá-la a ter relações com ele simplesmente para o seu simples deleite carnal. Essa intenção de Jafar não é mencionada no jogo, é só uma dedução da minha parte (risos).

Enfim, o jogo é de plataforma, você anda pra lá e pra cá no castelo de Jafar até salvar a sua esposa.

O jogo começa com você nas masmorras e você vai subindo até chegar aos níveis finais. Mas você tem somente 60 minutos para isso. No caminho existem muitos obstáculos, tanto físicos, como buracos e armadilhas secretas, quanto humanos, como os capangas de Jafar. Nas lutas, a esgrima é o que manda; os comandos e movimentos são simples, mas emocionantes e até o capanga mais fraco pode te vencer, se você não for sagaz.

Finalizando, acho muito boa a iniciativa do criador desse site, que colocou os jogos de maneira tão organizada e clara. Fica a dica para os que se interessarem.

No site vocês poderão tem informações mais precisas sobre como efetuar o download e como rodar o jogo no PC (esses jogos antigos não rodam no Windows XP, Vista, etc., portanto precisam de um emulador que é fornecido também no site, juntamente com um tutorial explicando como faz pra tudo funcionar certinho) e acesso a muitos outros jogos old school de tempos remotos.

Bom proveito para os que daí forem tirar algo para jogar.



Reblog this post [with Zemanta]

Nenhum comentário: