segunda-feira, 6 de julho de 2009

Propaganda eleitoral na web

Diz o portal da Câmara dos Deputados que nessa semana poderá ser votada uma proposta que mudará alguns aspectos das regras eleitorais. Vários partidos colaboraram para criar essa proposta.

Uma das mudanças é a liberação do uso da web para propaganda eleitoral, incluindo aí o uso de e-mails, blogs, twitter, orkut e outras ferramentas virtuais conhecidas por muitos de nós.

Essa mudança eu acho positiva, embora tenha lá seu lado que pode ser interpretado como negativo.

A grande vantagem é que assim se torna mais fácil (como já era possível, para os que se interessam por isso) buscar saber sobre a vida cada candidato, seu passado, seus feitos, suas idéias, etc. Quanto mais ferramentas e meios de levantar os panos e mostrar as coisas que cada político faz é melhor. Mais passos poderão ser dados para a frente, com clareza e visibilidade.
Depende mais agora de quem consultará esses meios e do valor que cada um dá pro seu voto.

O aspecto negativo é apenas uma suposição minha. Todos conhecem a má fama dos famosos spams; já são tantos que rodam por aí. Espero que na época das eleições, nossas caixas de e-mails, páginas de recados em sites de relacionamentos e comentários de blogs se tornem tão sujos quanto se tornam as ruas em dia de eleição, repletas de panfletos pelo chão.

Outra mudança, que deixei pra citar agora no final do texto, devido a sua grande importância, e tenho certeza que todos que lerem concordarão comigo, é que existirá a possibilidade dos candidatos captarem doações pela Internet!

Sei que estão todos doidos para doar para seus candidatos preferidos, favorecer suas campanhas, impulsiona-los rumo à posição de lutar por um país melhor!

Notícia completa: Agência Câmara

3 comentários:

Shogun disse...

Vai ser um inferno, não tenha dúvidas que haverá uma onda monstruosa de spam eleitoral e digo mais. O que chamo de "Spam apócrifo" uma vez que vários dispositivos permitem a propagação de mensagens em massa anonimamente.

Engraçado que esses caras não votam nada que preste para a nossa vida.

.:.A Luciana.:. disse...

O dia que eu doar alguma coisa pra algum partido político, cê faz o favor de me internar, sim?

Eu já pensei no ponto negativo: floods de spams... Resta esperar pra ver o que acontece... dos males o menor... se o preço de saber mais sobre a vida dos políticos for spams, acho que "we can afford it" (acredita que eu não sei falar isso em português? penso, penso, penso e não acho uma expressão igual, cruzes!)

Daniel disse...

kkkkkkkkk, po, primeira coisa que eu pensei também foram o mundo de spams que provavelmente virão.

Mas tem esse suposto lado bom também, vamos ver como vai ser se forem feitas realmente as mudanças.
Só espero que os filtros anti-spam dos meus e-mails bloqueie tudo que não for útil, kkkk